24/05/2017

PADUA DE QUEIRÓZ - 30 ANO DE ESTRADA

MUITO OBRIGADO MEU DEUS
POR ME DAR ESSA ALEGRIA
NAS ESCOLAS E NAS RUAS
SIGO FAZENDO POESIA
MUITAS VEZES EU ATÉ CANTO
OS MEUS VERSOS EM MELODIA.





































 " TODOS QUE ME AJUDARAM, MUITO OBRIGADO"

02/04/2017

PÁDUA DE QUEIRÓZ - O POETA DE BATURITÉ

FICO MUITO CHATEADO QUANDO ALGUÉM VAI AO RÁDIO EXPLICAR QUE A DESONESTIDADE É FALTA DE CULTURA.
EU EU DIGO QUE A DESONESTIDADE É FALTA DE VERGONHA E A FALTA DE CULTURA É DESONESTIDADE.


Pádua DE Queiroz - O POETA DE BATURITÉ


03/12/2016

CAFÉ COM LETRAS - CEJA DONANINHA ARRUDA - PÁDUA DE QUEIROZ



A ARTE É UM DIREITO DO POVO

NO LUGAR DE ONDE EU VENHO
TEM UMA IGREJINHA LÁ EM CIMA
O PADRE CELEBRA MISSA
LÁ O POETA FAZ RIMA
E A MOCINHA ATÉ NAMORA...
LÁ EMBAIXO O POVO CHORA
ESPERANDO QUE O PREFEITO
RESPEITE A NOSSA CULTURA
POIS TÁ NA LEGISLATURA:
A ARTE DO POVO É UM DIREITO!

EU TOMO UM CAFÉ COM LETRAS
PORQUE PRA MENTE É SADIO
MINHA TERRA TEM ARTISTAS
TEM REPENTE E DESAFIO
O PODER PUBLICO NÃO VER...
PEÇO NÃO DEIXEM VIVER
O POETA INSATISFEITO
RESPEITE A LITERATURA
POIS TÁ NA LEGISLATURA:
A ARTE DO POVO É UM DIREITO!

TEM RAIMUNDO JULIÃO
E O VIOLEIRO ZÉ DOS REIS
E TEM PÁDUA DE QUEIRÓZ
O POETA DE VOCÊS
NO LUGAR DE ONDE EU VENHO
A ARTE QUE EU DESEMPENHO
TÁ EXIGINDO RESPEITO
NÃO FECHEM A ABOTOADURA
POIS TÁ NA LEGISLATURA:

 A ARTE DO POVO É UM DIREITO!

PÁDUA DE QUEIRÓZ

POETA BATURITÉENSE








25/11/2016

PÁDUA DE QUEIRÓZ - DE INFERNO A INFERNO - LITERATURA DE CORDEL

DE INFERNO A INFERNO
Poeta Pádua de Queiróz


Dizem que certa vez
Em algum tempo distante
Encontravam-se no Inferno
Só figuras importantes
Que viveram aqui na terra
Maltratando o semelhante.

Tinha um tal de George Bush
Que teve um pai presidente
E que tinha o mesmo nome
Mas para ficar diferente
Botou o Bush pra trás
Deixando o dáblio na frente.

Uma Senhora muito idosa
Sempre de chapéu e esnobe
Dizia-se da realeza
Rainha da classe nobre
Reinou mais de meio século
Bebendo o suor do pobre.

01

Seu nome era Elizabeth
Teve um filho que foi corno
Viveu lá na Inglaterra
Ilhada de joias e suborno
Nunca pegou numa vassoura
E nem soube usar um forno.

Entre eles um barbudinho
Matuto e muito querido
Que não sabia de nada
E só comia escondido
Oriundo de Pernambuco
Nunca mais teve um partido.

W. Bush, estava triste
Naquele mundo em brasa
Pediu então ao diabo
De chifre, rabo e de asa
Uma autorização
Pra poder ligar pra casa.

02



Porque queria saber
Sobre a grande transição
De cargo entre Obama e Trump
Novo chefe da Nação
Eleito pela minoria
Através de uma eleição.

O diabo então lhe disse
Com um tom imperativo:
Pode ligar do meu TIM,
Se quiser tem Claro e Vivo
Só não tenho o chip da OI
Pra ligar é cansativo.

Bush falou dois minutos
Pra terra do Tio San
Conversou Hillary e Trump
E Obama que era fã
Com aquele celular
Fabricado em Taiwan.

03


Tá me devendo um milhão!
O diabo lhe falou
Então um milhão de dólares
Bush em espécime pagou
Só não sei como a noticia
Da ligação se espalhou.

A Rainha rapidamente
Falou então desse jeito:
Seu capeta eu sou nobre
E mereço mais respeito
Quero fazer uma ligação
Sou mãe e tenho o direito!

De ligar para meu filho
Que ainda mora na Terra
Quero saber se meu neto
Governa bem a Inglaterra
Quero saber se meu Reino
Está em paz ou em guerra!

04

O diabo feito um súdito
Disse: pois não Majestade
Eis aqui meu celular
Pode ligar a vontade,
Nem Deus salva a Rainha
Da conta que vem mais tarde!

Não vou contar os detalhes
Da conversa da rainha
Só sei que ficou três horas
Dependurada na linha
Ao encerrar disse ao diabo
Com uma voz bem baixinha:

Hoje estou desprevenida
Mister Cão, bote na conta!
Que depois meu povo paga
Feito uma barata tonta!
E o diabo disse: Néco,
Isso já é uma afronta!

05


  
Porque aqui é diferente
Majestade o Reino é meu
Se ligou tem que pagar
Aqui quem manda sou eu
Nécolino de botar
Essa na conta do abreu!

A rainha muito triste
A contragosto pagou
A ligação pra Inglaterra
Que ela realizou
Quase cinquenta milhões
De Libras desembolsou.

Logo veio o barbudinho
Que foi falando ligeiro:
Quero fazer uma ligação
Para o povo brasileiro!
E o diabo exclamou:
Deixe disso companheiro!


06
Tome aqui meu celular
Pode ligar sem demora
Sergio Moro já se foi
Não vai lhe grampear agora
Dizem que ele está no Céu
Com Jesus e Nossa Senhora!

Lula ligou para Gleisi
Dizendo: perdi a fé
Apostei tudo na Dilma
Que mandaram dar no pé
Acabaram meu partido
Veja o mundo como é.

Minha estadia no inferno
Até parece brincadeira
Nada vi e nada sei
Sobre essa roubalheira
Essa história do tríplex
É marmota companheira!

07



Agora vou desligar
Que estou com pouco dinheiro
Tenho só treze bilhões
Que ganhei de um empreiteiro
E não confio no diabo
Mesmo sendo companheiro!

Se Bush por dois minutos
Pagou de cara um milhão
A rainha pagou cinquenta
Por três de conversação
Imagine um brasileiro
Que nasceu lá no sertão?

Acho que não vai sobrar
Nem o da minha cachaça!
Quatro horas! O diabo falou.
Você tem credito na praça
O submundo está moderno
Pois de Inferno a Inferno
A ligação é de graça!

HTTP//:paduadequeirozcordelearte.blogspot.com

06/10/2016

LAMPIÃO - FOLCLORE NORDESTINO - PÁDUA DE QUEIRÓZ


OS CABRAS DE TIANGUÁ

Poeta Pádua de Queiróz



Lampião eu vi subir

Eu vi Lampião subir

A Serra de Tianguá

Com a intensão de arranjar

Uma namorada ali

A Serra de Tianguá
Com a intensão de arranjar

Uma namorada ali.



E Maria tão bonita

No sertão agora está

Coitadinha, tão sozinha

Esperando seu Lampião voltar...

Tianguá não tem cangaço

Mas na bala ou no aço

Não vai deixar ele entrar.

Tianguá não tem cangaço

Mas na bala ou no aço

Não vai deixar ele entrar.



Eu vi Lampião subir, Lampião eu vi subir....



Lampião diz que carrega

Muito amor no seu bornal

Quer ganhar um coração

Armado, porém vai se dar mal...

Tianguá tem cabra macho

Vai botar ele pra baixo

E é na base do punhal.

Tianguá tem cabra macho

Vai botar ele pra baixo

E é na base do punhal.



Lampião eu vi subir, eu vi Lampião subir...

05/10/2016

ANTONIO GOES - PEDRA BRANCA/CE - PÁDUA DE QUEIRÓZ


                              




 
TETRA CAMPEÃO ELEITO
Antonio Goes é o prefeito
Que o povo escolheu
Sessenta e três por cento
Virgula doze ele venceu
Este homem admirável
Numa eleição incontestável
Pela quarta vez se elegeu.




Começou em dois mil e quatro

Com uma proposta diferente
Fazer uma Pedra Branca
Bem melhor pra sua gente
Seu trabalho foi aceito
Por isso foi reeleito
Por ser mesmo competente.

No ano de dois mil e oito
De uma forma absoluta
Nas urnas eleitorais
Venceu mais uma disputa
E esse grande administrador
Elegeu seu sucessor
Pra continuar sua luta.

No pleito de dois mil e doze
Que foi Pedro Paraibano
Um futuro adversário
Não estava em seus planos
Mas um mestre de verdade
Também tem dignidade
De corrigir um engano.

E quem nasce campeão
Campeão sempre será
Antonio Goes é sem dúvida
O melhor do Ceará
E em Pedra Branca cidade
Que eu amo de verdade
É joia rara que há.

É por isso que eu escrevo
Sem nenhuma timidez
No cordel que é minha arte
E quero dizer pra vocês
ANTONIO GOES é o prefeito
Tetra campeão eleito
De dois mil e dezesseis.

Nasci em Baturité
No entanto sou cearense
Quem tem o respeito do povo
Nesta vida sempre vence
Eu dedico este repente
Ao meu povo, minha gente
Também sou Pedrabranquense.

Poeta Pádua de Queiróz/Alison Junior